É normal que as pessoas, quando vão pedir um financiamento, empréstimo ou crédito pessoal nos bancos, escutem que a instituição financeira vai fazer um processo de avaliação para aprovar ou não a solicitação. Essa verificação é a chamada análise de crédito. Porém, na maioria das vezes, os consumidores não sabem o que é análise de crédito.

Além da explicação e da definição de o que é análise de crédito, outras dúvidas ficam na cabeça das pessoas, como por exemplo, como é realizado esse processo, qual a importância disso, o que é verificado na avaliação e quanto tempo demora para ter uma resposta.

Neste texto, vamos falar sobre esses pontos e esclarecer tudo para que você possa chegar preparado ao banco na próxima vez que for pedir um crédito.

Leia também: Qual a diferença entre empréstimo e financiamento?

Afinal, o que é análise de crédito?

O banco ou instituição realiza uma verificação para garantir que você tenha capacidade e condições financeiras para pagar as parcelas do empréstimo ou financiamento requerido. 

Tal análise pode ocorrer até mesmo no caso de abertura de conta bancária ou aumento de limite de cartão de crédito.

Os principais critérios de avaliação aqui são, principalmente, a renda da pessoa física e seu relacionamento com o mercado, envolvendo seu perfil de dívidas e inadimplência, assim como o histórico de pagamentos.

Com isso, o objetivo é assegurar que o banco terá de volta o dinheiro concedido em crédito.

Então, a partir dessa análise de crédito, a instituição financeira vai decidir pela aprovação do pedido de empréstimo, além de definir o valor total liberado, a taxa de juros e a quantidade de parcelas.

O que significa sujeito à análise de crédito? 

Hoje em dia, com a digitalização do mercado, os serviços financeiros estão cada vez mais digitais, podendo ser realizados pelo computador ou até por aplicativos de celular.

Então, quando abrimos uma conta, solicitamos um cartão de crédito ou iniciamos um processo de empréstimo, é comum nos depararmos com a seguinte mensagem: sujeito à análise de crédito.

Mas não se espante. Essa é uma prática comum para verificar se está tudo correto com seu pedido. E o que se segue nesse processo é a avaliação do crédito, que conta com diversos aspectos que vamos detalhar a seguir.

Leia também: Quando fazer um empréstimo pessoal?

O que é verificado em uma análise de crédito?

Depois de descobrir o que é análise de crédito, vamos apresentar todos os fatores que são requisitados e considerados pelas instituições no processo de aprovação ou não.

Dados cadastrais

Trata-se de todas as suas informações básicas, como RG e CPF, telefone, estado civil, idade, nível de escolaridade, profissão, renda, região onde mora, entre outros. Esses dados podem impactar a avaliação e a possibilidade de liberação do dinheiro.

Pendências e restrições

Neste ponto, os bancos avaliam se você tem alguma pendência financeira com o próprio banco ou com outras instituições do mercado. Outra consulta realizada é com a Serasa e o SPC para ver se o nome da pessoa está limpo ou possui alguma contestação.

Perfil de crédito

Este fator é fundamental para observar o relacionamento dos consumidores com o mercado de cŕedito. Neste caso, as instituições consultam o score de crédito, aquela pontuação que mostra a sua saúde e capacidade financeira.

Esta pontuação é calculada pelos birôs de créditos, como SPC e Serasa, e pode variar de 0 a 1.000, de acordo com a avaliação do histórico de dívidas e pagamentos. Quanto mais alto o score, mais fácil será a aprovação do crédito.

Em geral, podemos dizer que a análise de crédito do score funciona assim:

  • Até 300 pontos: possui risco alto de inadimplência;
  • De 300 a 700 pontos: médio risco;
  • Acima de 700 pontos: baixo risco.

Renda do consumidor

Os bancos também pesquisam sua renda para ter a certeza de que as parcelas de pagamento do empréstimo ou crédito conseguem caber dentro do seu orçamento. 

Uma observação importante aqui é que, para esse tipo de despesa, não se pode ultrapassar 30% do seu salário, já que você tem outros gastos para arcar mensalmente. E, se a parcela comer uma fatia maior do seu salário, pode ser que você não consiga pagá-la ou tenha problemas para pagar outras contas.

Bens como garantia 

A depender da sua solicitação, como no caso de refinanciamento de imóvel ou veículo, o bem é dado como garantia. Então, é preciso fazer uma vistoria dessa propriedade para estimar o seu valor. Ao saber desses dados, os juros da operação também variam, já que, quanto mais valioso for o bem, menor fica a taxa.

Saiba mais: Como realizar portabilidade de crédito

Quanto tempo demora a análise de crédito?

Outra dúvida comum sobre o que é análise de crédito diz respeito ao tempo de duração dessa verificação. E essa é uma pergunta realmente difícil de responder. Isso porque cada banco ou instituição tem um procedimento diferente. 

No entanto, podemos fazer uma estimativa média. No caso de solicitações online, que estão cada vez mais ágeis, o período de avaliação varia entre um e cinco dias úteis. Mas existem situações em que a análise de crédito pode demorar até 15 dias.

Como é feita a análise de risco de crédito 

Acima, vimos os fatores que os bancos verificam na análise de crédito. Para você saber como o processo ocorre na prática dentro da instituição, separamos algumas etapas:

1. Análise preliminar

Neste primeiro momento, os bancos pedem os dados e documentos do consumidor (como RG, CPF, imposto de renda, comprovante de residência e outros) e fazem a análise do perfil, da condição financeira e da comprovação de renda.

2. Relatório inicial

Após essa análise, a instituição faz um relatório inicial relacionado ao histórico de pagamentos realizados. Se o resultado for positivo, os dados e documentos recebem a liberação preliminar.

3. Análise conclusiva

Agora é chegada a parte mais rigorosa do processo. Uma vez que são feitas as consultas em órgãos como Serasa e SPC. As instituições ainda podem entrar em contato com os consumidores para checar alguma informação ou tirar dúvidas que tenham aparecido.

Com essas informações adicionais, o crédito pode ser aprovado ou não.

Qual a importância da análise de crédito?

A análise de crédito tem papel fundamental tanto para as empresas quanto para os consumidores. Claro que os bancos se beneficiam bastante, já que a verificação protege a instituição de prejuízos e do aumento de inadimplência.

Ao mesmo tempo, as pessoas podem obter crédito para reformas, compra de bens, financiamento de estudos e por aí vai.

Olhando de forma prática, essa avaliação parece prejudicar o consumidor final, já que nem sempre o valor pedido será aprovado. No entanto, também é uma maneira de se resguardar financeiramente. Assim, você pode:

  • Evitar parcelamentos em excesso;
  • Falta de controle de gastos;
  • Grandes impactos na renda familiar;
  • Melhorar o planejamento financeiro a médio e longo prazo.

O que acontece após as etapas da análise de crédito? 

Finalizado o processo da análise de crédito, a instituição define as condições oferecidas para o consumidor na operação solicitada. Por exemplo, em opções como o cheque especial e o cartão de crédito, o valor é liberado de forma automática depois da aprovação.

Já, no caso de outras linhas como empréstimo ou financiamento, a pessoa é avisada sobre as oportunidades da instituição financeira e escolhe uma das alternativas, de acordo com seu orçamento.   

O que fazer para ser aprovado na análise de crédito?

Vimos os principais requisitos avaliados pelas instituições financeiras para a aprovação do crédito. Então, sabendo o que é análise de crédito e quais são esses fatores, é possível realizar algumas ações para aumentar suas chances de obter o benefício desejado, como por exemplo:

  • Monitorar o seu CPF: assim, é possível descobrir se o CPF está regular e se existe alguma restrição no Serasa ou SPC;
  • Manter o pagamento das contas em dia: isso evita atrasos e inadimplências em contas, cartões e boletos;
  • Evitar parcelamento no cartão de crédito: quando todas as contas e compras são parceladas, isso pode impactar negativamente o seu score;
  • Não ter outro empréstimo ou financiamento: ao pedir um crédito, é indicado que o consumidor não tenha outras linhas ainda sendo pagas.

Como o MeuID pode te ajudar

Para obter crédito pessoal com contratação segura, rápida e eficiente, conte com o MeuID! O aplicativo disponibiliza serviços de crédito de empresas parceiras. Basta acessar o app, ir na aba de oportunidade e ver as opções oferecidas.

Além disso, o MeuID te auxilia na consulta de regularidade do seu CPF, verificando se está tudo ok ou se existem pendências.

Baixe agora mesmo o MeuID, a primeira identidade digital do Brasil, e conquiste todos esses benefícios!

Deixe um comentário