Se você não tem ainda a carteira de trabalho digital, este texto é para você! Sabemos que todos os adolescentes e jovens que estão em busca do seu primeiro emprego profissional devem tirar o documento para conseguirem o registro formal. 

Mas, se antes a emissão da carteira era feita somente em papel, agora existe a versão virtual. Quem está tirando a primeira via já pode aproveitar para ter o documento digital. E quem tem a carteira tradicional pode fazer a sua online.

Vamos ver mais detalhes sobre a carteira de trabalho digital a seguir!

Leia também: Cartão cidadão: veja como emitir o documento

Para que serve e quem pode tirar a carteira de trabalho?

De forma resumida, a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) reúne toda a vida profissional dos brasileiros e suas atividades, cujos empregos são registrados pelo regime da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). 

No documento, ficam assinaladas informações como:

  • Data de emissão;
  • Tempo do vínculo empregatício;
  • Salário;
  • PIS;
  • Férias;
  • Data de saída do emprego;
  • Entre outros.

A carteira de trabalho serve para assegurar os direitos trabalhistas previstos na legislação, como aposentadoria, seguro-desemprego e Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS)

O documento pode ser emitido para todos os cidadãos brasileiros, que nasceram no país ou foram naturalizados, que tenham pelo menos 14 anos de idade.

Carteira de trabalho digital x carteira de trabalho em papel

Em setembro de 2019, a carteira de trabalho digital chegou para substituir a antiga CTPS física. Desde então, o documento é emitido de forma prioritária por meio eletrônico, sendo excepcionalmente feito em papel.

Isso porque apenas os trabalhadores contratados por órgãos públicos e organismos internacionais continuam a usar a CTPS física.

Como funciona a carteira em papel ainda?

Como mencionamos logo acima, a CTPS física ainda é prioritária para alguns segmentos de trabalhadores. Para obter o documento nestes casos, é necessário encaminhar o pedido de agendamento de atendimento por e-mail de acordo com o estado em que você mora.

O e-mail de envio é trabalho.(uf)@economia.gov.br. Então, você deve trocar o (uf) pela sigla do estado. Se residir em São Paulo, por exemplo, o endereço eletrônico é [email protected] e, se você estiver no Rio de Janeiro, o e-mail é [email protected] 

Para tirar a carteira de trabalho aqui, também é preciso juntar alguns documentos, como:

  • CPF;
  • Documento oficial de identificação (RG ou CNH), com foto, nome completo, cidade, estado e data de nascimento, filiação, número do documento, órgão responsável e data de emissão;
  • Comprovante de residência com CEP;
  • Atestado do estado civil. Pode ser: Certidão de Nascimento (se for solteiro) ou Casamento (se casado), ou ainda com averbação (se separado, divorciado ou viúvo);
  • Foto 3×4 colorida, recente e com fundo branco.

Os estrangeiros também devem apresentar: Registro Nacional Migratório (antigo RNE) ou Protocolo da Polícia Federal, além de Diário Oficial da União – em caso de autorização de residência concedida pelo Ministério da Justiça.

E a carteira de trabalho digital como funciona agora?

Com a carteira digital, a CTPS não possui mais um número próprio. Agora, os dados dos trabalhadores estão associados ao número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), se tornando a forma de identificação única de cada profissional.

Então, quando a pessoa for contratada por uma organização, basta passar o seu CPF e o empregador pode acessar as informações da carteira de trabalho, fazendo os registros necessários.

Inclusive, desde o final de 2020, virou obrigatório que todas as anotações e registros, como férias, salários e outros, sejam feitos no modelo eletrônico para o profissional poder acompanhar a qualquer hora no aplicativo ou pela internet.

Isso facilita o acesso e a consulta aos dados de trabalho dos brasileiros. Sem contar que a pessoa não corre o risco de perder o documento físico, ou de ocorrer algum estrago, como ficar molhado ou amassado.

Como obter a carteira de trabalho digital?

Para tirar sua carteira digital, é muito simples e fácil. Você só precisa do número do seu CPF em mãos e de uma conta autenticada no portal gov.br.

Veja o passo a passo para obter o documento:

  1. Baixe o aplicativo da carteira de trabalho digital no Google Play ou na Apple Store ou acesse o site acesso.gov.br.
  2. Digite seu CPF para criar ou acessar sua conta gov.br.
  3. Se você ainda não tem a conta no portal gov.br, você precisará criá-la. Caso você já tenha o cadastro, basta inserir seu CPF e senha cadastrados.
  4. Insira seus dados como CPF, nome, data de nascimento, nome da mãe e estado de nascimento.
  5. Espere a confirmação e validação de suas informações de acordo com as bases de dados do governo federal.
  6. Responda o questionário com 5 perguntas sobre sua vida profissional e previdenciária.
  7. Você vai receber uma senha temporária e deve trocá-la no primeiro acesso no Portal Emprega Brasil ou no aplicativo. 
  8. Pronto, agora é só acessar os dados da sua carteira digital de trabalho.

Agora que você já sabe como tirar sua carteira digital, vamos ver algumas dúvidas comuns.

Existe algum custo para tirar carteira de trabalho digital?

A emissão do documento, seja em papel ou em formato digital, é gratuita. Então, os trabalhadores não precisam pagar nada para fazer a carteira.

A carteira de trabalho em papel continua valendo?

Sim, o documento físico ainda é válido. Mas é importante fazer a carteira digital, porque ela substituiu a CTPS em papel. E, como deu para ver, é muito fácil de fazer o documento eletrônico. 

Além disso, você só precisa informar ao empregador o número do seu CPF para que ele faça os registros, mesmo que você ainda não tenha o acesso ao app ou o site da carteira digital. 

Por outro lado, é importante também guardar o documento físico. Uma vez que ele é útil para comprovar o tempo de trabalho anterior. Apesar de existir o novo modelo, o antigo em papel ajuda a apresentar tais contratos de trabalho com o documento original, evitando erros nas informações.

E como funciona para a empresa assinar a carteira na versão digital?

Sei que muitas pessoas devem se fazer essa pergunta para ter a certeza de que terão sua carteira de trabalho assinada pelas organizações. Explicando aqui, basicamente, as empresas precisam estar dentro do eSocial e, assim, quando contratar um novo funcionário, devem lançar os dados na plataforma do eSocial. 

O envio dessas informações representará a assinatura de carteira. E se determinada empresa não usar o eSocial, será obrigatória a anotação na carteira em papel.

Você já conhece o MeuID?

Primeira identidade digital do Brasil, o MeuID consegue reunir todos os seus principais documentos em um só lugar, com total segurança no armazenamento de suas informações. E você só compartilha seus dados com quem quiser.

Além disso, você conta com o Radar, uma funcionalidade para fazer uma consulta de CPF em tempo real da sua situação cadastral na Receita Federal. Assim, você descobre se há irregularidades. E, com seu CPF armazenado no seu celular, você tem as informações que precisa para acessar e consultar a sua carteira de trabalho digital. 

Para completar, você ainda pode ver se já sofreu algum vazamento de dados e também usufruir de serviços e oportunidades disponíveis no nosso app, como planos de saúde, seguros, empréstimos, contas digitais, cursos online e muito mais.

Conheça o MeuID e baixe o aplicativo agora mesmo! 

Crédito da imagem: Agência Brasil

Autor

Deixe um comentário